musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - DBG CYPHER (COM ADONAI CVS, TRIBO DA PERIFERIA, CHINO, PEDRO QUALY E RZO) - HAIKAISS - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

DBG Cypher (com Adonai CVS, Tribo da Periferia, Chino, Pedro Qualy e RZO) letra


Quer chegar na espreita?
Quer causar desfeita?
Não terá, colheita
A caminhada estreita, é
(2X)

[Adonai CVS]
Cuida a boca suja, papo ruim na ideia
Mel é doce mas não toque na colméia
Cova de leões que vivem na platéia
Like virou ficha no jogo da sorte
Tem malabarista com faca de corte
Apostando a vida na mesa da morte
Sem fé, sem fé
Olho por olho
Vai deixando o mundo cego
Eu escolho, risos como Grande Otelo
Eu to no molho, mas permaneço sincero
Eu não encomendo verso, eu não arredo o metro
É o estouro
Leve como mil tijolo
É do topo, sem sujar o nome dos outro
É insosso
Seu banquete é carne de pescoço
Ideologia é uma coroa de ouro

[DuckJay]
Na pele um truque ou viagem
Ao primo rico da laje
Porque a paisagem da imagem
É magi’ que o truque, truvando as margem
A mensagem as vezes é sádica
É o Duck seu personagem, é
Tudo foco na puli’
Tudo fora do bule
O desfoque entre os groupie
Deixaram os Jason imune
Vai merecer os cardume
Quem corre, de costume
Mas vai descer dos estrume
Os cuzão banha de xurume
E se resume, o mundo é crise, nós é resenha
Não sabe a senha, que pena, por isso apanha
Nós tem a manha, decola mas se mantenha
Que se empenha, só cresce entre os que sonham

[Chino]
Me disseram que isso é coisa de louco
Fazer rap na base, mas mirando no topo
Mas eu mudei muito e mudei muito os outros são as coisas de louco que muda o mundo todo
E a ovelha negra virou um exemplo, né?
E as ovelhas querem ser como ela, rebeldes e donas do mundo né?
É o mundo novo das ovelhas negras que mandam no mundo né?
Hoje a madrugada é toda dos loucos só os ovelhas negras
Hoje ninguém dorme
Hoje nós mata ou nós morre
Não fode, o tempo passará então nós corre
Não pode fica parado tomando o sacode
Porque nós somos milhares, nós somos o Hip Hop
Não foge, bota e joga as peça no cofre
Fica um na ativa, não pisca enquanto outro dorme
Tô atras dos malote, vim de família pobre
O garoto magro e sagaz ta na mira do holofote

[Pedro Qualy]
Apertado na van tô de baile em baile
Tô no Chile de calle em calle
Tenho milhas, passagens pra Bali-hai
Não me compare minha vida é uma eterna festa, apenas party
Então Raffa pare, pare, pare
Meu trabalho voa tipo Mclaren
Uma década mantendo a popularidade pop tipo quem?
Pop tipo eu? tipo Pedro Qualy?
Não sou do tipo de quem passei pano
Bem pior amigo, vagabundo não te passa o beck
É bom você atravessar a rua quando ver Damassa
Or I’ma have your family dressed in all black

[Nego Jam]
Uns mete o louco
Outros são louco de verdade
Há uma linha tênue entre a loucura e a sanidade
Eu não quero ficar só, mas tento entender
Que todos são suspeitos após o sol adormecer
Eu, quero poder e tudo que nele contém
Com princípio que não te pertence
Nigga nem toque, nigga levante-se, mova-se
Vários bico querem ser além
Mas eu sei, o que farei, eu miro bem no meio, miro bem no meio

[Sandrão]
Nem vem, do alto as estrelas caem
Lágrimas do rosto escorrem
Regando as flores que morrem
Quem faz a tristeza, promove a pobreza enquanto a nobreza exibe o troféu
Extremesse a terra, o dono das aves que invadem o reino do céu
É o controle, é o glamour, é o ego, selvagem
A grana, a gana, a lama de maquiagem
De onde viemos? O que ganhamos? Como somos?
Quem seremos? Onde andamos? Nessa p**** já, tá mais o que faremos?
Lá no planeta prisão onde as pessoas de vestem com dignidade Pras correntes da ostentação onde a degradação tem fidelidade Mundo osso, tudo louco ferem pra obter vantagem
Segue o controle no Instagram, pra postar bobagem
Cromossomos, sacrificio
Como somos? Do início
Vai até o alto, até os extremos pra manter os vício
Fim dos tempos, precipício
Vão tremer os edifícios
Nunca respeitamos quem se prostitui por isso

Haikaiss - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br